FENOMENOS NATURAIS OU AMOSTRA DO CAOS I?

As explicações para o terremoto na China

Não é hora de festa e a chama olímpica vai adormecer. O revezamento da tocha será suspenso por três dias. Luto oficial na China, tempo de chorar os mortos.Mas, em meio às ruínas, a vida resiste com uma força surpreendente. Na barriga da mãe, um sobrevivente que ainda vai nascer e se juntar a outras crianças que escaparam do terremoto. Um bebê passou horas nos escombros protegido pelos braços da avó, que morreu.
A turma de heróis do jardim da infância foi tão valente quanto à senhora Qin Zhengxiu. Em 95 anos de vida, ela nunca tinha sentido a terra tremer.
 
O planeta é como um ovo cozido, que fica com a casca trincada sem se soltar. Assim é a crosta terrestre, formada por placas tectônicas que ficam encostadas umas às outras, em um eterno processo de acomodação. É a pressão entre essas placas que provoca os terremotos. O sul da China fica próximo ao encontro de duas placas continentais e por isso é vulnerável a tremores fortes.
Cálculos recentes indicam que o terremoto atingiu oito pontos na escala Richter. Teve seu epicentro na província de Sichuan e reverberou com efeitos devastadores ao longo de uma fissura geológica de 250 quilômetros de extensão. Nos últimos dias, mais de quatro mil tremores secundários foram sentidos na região.
 
A China não é um país assim tão acostumado a terremotos. O último que causou destruição tinha sido há 32 anos. Agora a maior população do planeta precisa aprender a recomeçar e reconstruir a vida de cinco milhões de desabrigados.
 
Anúncios
Esse post foi publicado em Clima. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s